“A gente é certo um pro outro, mas é errado pra ficar junto. A gente não se merece, não combina. Mas, sei lá, não parece certo ficar separado. Do mesmo jeito que parece totalmente errado ficar junto. Tem tudo pra dar certo. Mas é que a gente só sabe fazer dar errado.”

(desconheço a autoria)

Cê precisa saber

“Eu era muito arredio em relação aos meus sentimentos – ia da negação completa do que sentia à vergonha extrema de admitir tudo. Com o passar dos anos, eu vi muita coisa passando. Vi muita gente passando e eu deixando passar porque, bem, eu não tinha motivo nenhum pra fazê-los ficar.

Quando a gente não diz o que sente, o outro vai embora sem saber que talvez tivesse um motivo pra ficar. Um não, vários. Um montão, no seu caso. Você podia ter ficado porque eu não tinha vergonha de ficar pelado rolando na cama com você enquanto a gente mexia no snapchat. Você podia ter ficado porque eu sujava todo o seu fogão com a tapioca, escondia a Nutella, enquanto você acha que eu tava tentando ser mais fitness. Você podia ter ficado porque, bem, eu teria te conquistado nas pequenas coisas se tivesse dito.

Ontem eu tava ouvindo Grand’ Hotel, do Kid Abelha, que eu amo pra caramba, e percebi que eu sou o completo oposto da música. Eu tinha que ter dito tanta coisa, tinha que ter tido pressa, porque sim. Antes eu freava pra tudo. Era tão expert na arte da autossabotagem que nem precisava de carteira de motorista: dirigia minha vida sentimental com tanto cuidado que uma vez fui multado por ir devagar demais. Tempos difíceis para os sonhadores, amigos. Ou pra qualquer pessoa que tentasse se relacionar comigo, porque veria em mim um daqueles caras impenetráveis de tão meticuloso que eu era.

Ainda bem que a gente muda. Isso hoje é um defeito meu, daqueles que todo mundo recrimina, tão defeito que eu já aceitei como parte de mim e já proclamo que eu não sei descer ladeira brecando a embreagem. Por que a gente precisa adiar o que sente pra não assustar o outro? Bobagem pura. Se não me quiserem agora, por que me quereriam mais tarde? Eu digo tudo, eu digo depressa, eu parei de me segurar. Não a tempo de praticar a minha falta de filtro sentimental com você.

Cê precisa saber que eu termino toda noite ouvindo Baby dos Mutantes (sim, é uma das músicas que amo, daquelas decoradas que já usei em outros textos). Cê precisa saber que eu penso em você até na hora de escolher café, nunca mais pedi café-com-leite, acho muito morno pra quem quer deixar algum gosto na vida do outro. Aprendi contigo. Cê precisa saber que eu fui embora de fininho do teu quarto por medo de te acordar, mas queria ter ficado. Não fiquei por medo de não fazer diferença, já que a sua cama era grande demais e você nem me notaria. Cê precisa saber que eu não disse que te queria, te queria pra caramba, ainda quero, mas agora é diferente. Agora eu digo pra quem chegar. Agora já é meio tarde. Você já foi. Cê foi e nem soube.

Muita gente na vida de quem tá lendo esse texto já foi também. E bate um medo absurdo de perder mais gente, ao mesmo tempo em que tenho certeza que alguns ainda se justificam dizendo que falaram tudo e perderam do mesmo jeito. Falo com você, leitor, não com o outro interlocutor desse texto. Me deixa te contar um segredo? Morrer engasgado deve ser horrível. Nunca sofri disso literalmente, mas imagino a angústia de quem vai perdendo o ar e fechando os olhos porque deixou muita coisa presa na garganta. Eu não deixo mais, por experiência própria, porque já vi amores morrendo porque eu cismava em manter tudo aqui dentro. Agora eu digo, falo, grito, sem medo de me acharem apressadinho demais. Perco se tiver que perder, mas nunca mais por minha culpa. E você, caro leitor, deveria fazer o mesmo.”

Daniel Bovolento


Você está preparado pra perder?

“Se te falassem que toda perda tem um ganho, você se sentiria melhor? Eu acredito que não, porque não fomos criados para perder.

Não podemos perder nada nesta vida: do juízo a pessoa amada. Nadica pode ser perdido.

Mas e quando a vida tira da gente aquela pessoa querida. Aquela que te deu tudo o que você precisava para se tornar uma pessoa com valores inquestionáveis? Você vai fazer o que? Se revoltar? Entrar em depressão? Brigar com Deus?

Saiba que é ai que entra tudo o que aprendemos na vida. Aprendemos na caminhada que tudo acontece por alguma razão. Aprendemos que nesta caminhada não teremos apenas momentos felizes, mas que podemos ser resignados nos momentos mais duros.

Aprendemos também que a felicidade não é deste mundo, mas não é por isto que devemos cavar um buraco na tristeza procurando tudo de ruim do mundo ou então ficar lastimando as perdas, as dores, os momentos tristes como se fosse um filme em constante “repeat”. 

Reagir é entender que a vida passa, que a vida é rápida e que precisamos focar mais nas coisas boas do que nas ruins, porque as ruins existem aos montes e as boas também. Por isto a tal necessidade de estar no “aqui e agora” porque vivendo o hoje você não pensa no que poderá ser o amanhã e nem lamentará o que foi ontem.

Centre seu coração no que está fazendo agora e pare por alguns instantes apenas para agradecer! O que quer que seja que esteja acontecendo com você agora, mas agradeça. As perdas fazem parte do nosso ganho espiritual e os ganhos fazem parte da nossa caminhada e resignação.”

Keila Caiani


Falta atitude

“É notável: falta homem com atitude.
Em todos os sentidos.

Principalmente nos mais importantes como dar o primeiro passo ou tomar uma decisão.

Que síndrome é essa que criou uma geração de homens covardes?

Muitos caras são como cães.

Latem alto se gabando, rosnam quando veem outros cães, correm atrás do rabo de toda cadela que passa.

Mas na verdade eles são cachorros rosas, frágeis, com medo de tudo, sem atitude e ironicamente se autodenominam Coragem.

Meu avô, grande conselheiro na ‘arte de coisa-nenhuma’, me dizia: ‘As meninas gostam mesmo é de homem assertivo! Que não é indeciso! Que tem palavra… fala e faz! Se você for assim já ganha de 90% dos outros, meu filho’.

Ele era ótimo em me dar conselhos que eu não pedia, e me deu esse quando eu tinha 12 anos e só queria jogar bola.

15 anos depois e esse conselho ainda faz todo sentido.

Queria que mais caras tivessem esse conselho nas suas infâncias como pequenos Coragens.

Mas vamos diferenciar as coisas: tem a falta de atitude por opção e tem a falta de atitude por lerdeza (na falta de um termo melhor).

Eu explico.

A falta de atitude por opção é quando o cara não quer nada, mas quer algo.

Ele quer muito te encontrar, mas não dá pra te encontrar (porque tô enrolado aqui, você entende, né?).

Ele sente sua falta, mas não vem falar com você (porque eu ia falar, tava pensando em você esses dias).

Ele gosta de você, mas não gosta realmente de você (porque é complicado, não é fácil explicar o que sinto).

Ele quer ter você, mas não quer assumir você (porque ainda não é a hora/acabei de sair de uma relação/quero focar no trabalho/”insira uma desculpa padrão”)

Ele só quer sexo, mas ele realmente só quer sexo (porque… droga, acabaram as desculpas).

Ele nunca toma uma atitude que dê embasamento pras coisas que diz.

O que esse cara realmente quer é cozinhar você em banho-maria, você é um plano B (as vezes C, D, E…).

Não me entenda errado, todo mundo tem o direito de não querer nada sério.

O problema é a forma de agir. Aliás, a forma como não age.

Porque se desde o começo existe a atitude de “só quero sair com você, nada sério”, ok!

Cada um sabe exatamente o que esperar do outro e se segue ou não em frente com aquilo, e ninguém se machuca.

Mas o mais comum é cozinhar várias pessoas ao mesmo tempo, invés de ter a atitude mais sensata.

Covardes.

em também o caso de faltar atitude por sobrar indecisão. E pessoas indecisas aos extremo irritam.

Irritam porque nunca sabe o que querem, até passam o ar de relaxamento.

E por toda essa falta de atitude por excesso de lerdeza acabam perdendo oportunidades e pessoas.

Caras assim, sem atitude, são aqueles que até tem boas intenções mas se prejudicam por não conseguirem agir.

E nisso acabam deixando de fazer coisas, de falar coisas e de demonstrar sentimentos.

Cai tudo num grande comodismo. Nada acontece.

Só o inevitável fim.

Ou, em alguns casos, nem o começo, nada!

Por outro lado muitas mulheres também deveriam ter mais atitude.

Seu jeito pode estimular o outro.

Se você quer algo, vá atrás. Não espera a oportunidade, crie a oportunidade.

Mulher com atitude é algo extremamente atraente.

E ironicamente isso intimida muitos caras. Que bom!

Assim você já filtra quais caras merecem uma mulher igual à você e quais se acovardariam.

Não fique com pessoas covardes.

Porque o pior de tudo é quem não se assume.

Não assume que gosta, que sente falta e que quer junto.

E se não assume pra si mesmo, não assumirá pra você.

Vá atrás de quem tem coragem de viver e de se entregar.

Tenha você a atitude de achar alguém com atitude.”

Hudson Baroni

MANUAL DA MULHER RESOLVIDA 

1) Se ele se interessou, ele liga! 

É isso mesmo, quando o cara quer, não tem projeto importante, morte da tia ou trânsito maluco que o impeça de te convidar para sair. 

2) Passou uma semana sem ouvir notícias dele? Esqueça, parta para outra!

Ligar para saber se tá tudo bem, nem pensar! Homem que tá perdido merece ser encontrado morto no apartamento, pelo zelador do prédio, porque os vizinhos não aguentam mais o fedor de carniça… 

3) Vocês saíram e ele não ligou mais. 

Foi porque você deu? Ou foi porque você não deu? Na verdade, pouco importa. Se o que ele estava a fim era de sexo, e rolou, ótimo! Sexo é que nem pizza, bom-até-quando-é-ruim, e tal. Mas se você não deu, ele provavelmente não te procurou mais porque achou que ia dar muito trabalho. Ou seja, pare de se atormentar por que transou ou não! 

Duas lições: dar uma de difícil depois de uma certa idade já era! E além do mais, vc vai se arrepender de ter dado, e de não ter dado… 

4) HOMENS COMPROMETIDOS – diga não! 

A relação dele tá em crise, péssima, só falta oficializar o fim? Ótimo! Se ele quiser continuar infeliz, dane-se! Senão, ele termina de uma vez e depois te procura, combinado?

5) Ouviu aquela clássica: “Você é boa demias prá mim…” 

Acredite, amiga! E é mesmo! Descarte o cidadão e pare de bancar a Madre Tereza de Calcutá!!! 

6) NÂO TENTE… 

Não dá prá namorar um cara pelo qual você naõ tem um mínimo de admiração. 

7) TRAIÇÃO

Não continue com um cara que te chifrou se você não aguentar a onda de ser traída de novo. E olho vivo se ele já foi infiel com outras. A gente sempre acha que com a gente vai ser diferente… ESQUEÇA! Nunca é!

E nunca se esqueça… A FILA ANDA!  

“Pior do que nunca achar o homem certo, é viver prá sempre com o homem errado.”